The Corner Club

Onde se comenta a narrativa enquanto se beberrica chá. AVISO: Segue-se conteúdo sugerido a adultos.

Inspirações para O Zé Lê

Há gente que me pergunta “Ó Zé, meu belo e galante garanhão, onde arranjas tu inspiração para escrever esses bitaites engraçados que vais metendo no blogue?” Elogiado pelo verídico elogio, claro que passo a responder, desta feita em forma de mini-artigo.

Há quatro inspirações que me levaram à ideia de escrever artigos detalhados e dissecantes de uma obra ou série de obras em particular.

A primeira é o Mr. Plinkett, da Red Letter Media, famoso por uma autópsia absolutamente hilariante e incisiva das prequelas do Star Wars, vendo onde falham e porquê. A review do primeiro filme, A Ameaça Fantasma, que catapultou o Mr. Plinkett para o estrelato das autópsias cinematográficas, pode ser encontrada no link referido acima.

A segunda é Shamus Young, escritor, programador e contribuidor regular para a revista electrónica sobre videojogos The Escapist e dono do blogue Twenty Sided, onde o autor dedica-se a debitar sobre o estado da indústria dos jogos em vídeos de Let’s Play, artigos de opinião, ensaios e demais dissertações sobre todas as coisas nerd que nós gostamos, incluíndo, sim, achegas sobre narrativa que acho pertinentes. Vem altamente recomendado pela minha pessoa, especialmente a webcomic que ele escreveu, DM of the Rings. Uma campanha de RPG em tabletop, no sistema Dungeons and Dragons, usando Lord of the Rings como pano de fundo. Vem muito recomendada também, porque satiriza até dizer chega ambas as coisas.

A terçeira é MrBtongue, um youtuber que se tornou famoso desde que desancou e estropiou por completo o final de Mass Effect 3, passando desde então a comentar o estado mais geral de outras séries de videojogos, correntes literárias modernas e não só. Um canal que vale a pena seguir, e que já referi no meu post sobre um dos seus vídeos mais interessantes. Tomem lá um exemplo;

Em quarto lugar, mas não menos importante, temos, talvez, a mais directa inspiração para esta série; O blogger Mark Oshiro, e as suas muitas reviews de livros, séries e filmes, Mark Reads e Mark Watches. As semelhanças são claras – é a quem fui buscar a ideia de ir dissecando, capítulo a capítulo, os bons livros, os maus livros e os livros assim-assim. Ele não tende a dissertar sobre os livros de forma demasiado académica – são reviews num estilo mais reacionário. Entretêm, e aconselho a leitura, especialmente, do Mark Reads Twilight, que me introduziu ao estilo.

E cá tendes. As fontes da ideia para este blogue. Espero que seja do vosso agrado, como foi do meu.

“Mas Zé, tu falas bastante de jogos, e é mais que óbvio que, por mais garanhão deliciosamente charmoso que sejas, és um gigantesco nerd. Tens alguma coisa planeada para isso? E que tal outras actividades?”

Claro que tenho. Vou começar uma nova série de artigos, de seu título O Zé Joga. Mais sucintos que O Zé Lê, planeio pensar as temáticas de alguns títulos de interesse mais em artigos singulares que em séries de artigos dissecando capítulo a capítulo na senda d’ O Zé Lê. Quando é que vou escrevê-los? Não sei. Quando estiverem prontos. Só não me peçam para fazer um O Zé Exercita. Eu faço um péssimo personal trainer.

— José Pedro Castro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on Março 22, 2013 by in Uncategorized and tagged , , .

Navegação

%d bloggers like this: